R$78,30

Meios de envio
Nossa loja
  • Velas Pai João De AngolaAvenida Dona Sofhia rasgulaeff, 177, Jardim Alvorada Maringa - Pr. CEP 87033400 - Atendimento de Segunda à Sexta das 9:00 às 18:00 Telefone (44) 3034-5827 e Whatsapp (44) 9 9736-0296
    Grátis
Descrição

Linha dos baianos: quem são e como trabalham os baianos da Umbanda?

A Linha dos Baianos surgiu para homenagear os antigos Pais e Mães de Santo da Bahia, que foram os primeiros a trabalhar para a preservação e a divulgação do culto aos Orixás em nosso país e enfrentando toda sorte de dificuldades e preconceitos.

Os Baianos representam a força daqueles que ficam à margem da sociedade, e que sofreram e aprenderam na “escola da vida” e, portanto, podem ajudar as pessoas. O reconhecido caráter de bravura e irreverência do nordestino migrante parece ser responsável pelo fato de os baianos terem se tornado uma linha de entidades de grande importância nas giras de todo o país, nos últimos anos.

Povo de fácil relacionamento, comumente aparece em giras de Caboclos e Pretos-Velhos, sua fala pode ser mais fácil de se entender que a fala dos caboclos.
Conhecem de tudo um pouco e, por isso, podem trabalhar desfazendo feitiços.

Enfrentam os invasores (kiumbas, obsessores) de frente, chamando para si toda a carga a ser neutralizada.
Buscam sempre o encaminhamento e doutrinação, mas quando o kiumba não aceita e insiste em perturbar algum médium ou consulente, então o Baiano se encarrega de “amarrá-lo” para que não mais perturbe ou até o dia que tenha se redimido e queira realmente ser ajudado.

OS BAIANOS NA GIRA

Nas giras eles se apresentam com forte traço regionalista, principalmente em seu modo de falar cantado, diferente; eles são “do tipo que não levam desaforo pra casa”. Possuem uma capacidade de ouvir e aconselhar, conversando bastante, falando baixo e mansamente; são carinhosos e passam segurança ao consulente que tem fé.
Os trabalhos com a corrente dos Baianos trazem muita paz, pois eles passam perseverança para vencermos as dificuldades de nossa jornada terrena.

Manifestam-se de forma alegre e movimentada e gostam de uma boa conversa.
 Nos trazem seu axé, sua energia positiva, e têm muito a nos ensinar.
Além disso, têm sempre uma resposta certeira para as nossas dúvidas.

Os Baianos não têm filhos de cabeça, pois são entidades auxiliares.
CULTO AOS BAIANOS

Regência principal: Iansã e Oxalá;
 Campo de atuação: Movimentação, Reordenação e Limpeza; Cores: Amarelo, Vermelho e Branco;
Ervas: Buchinha do norte, cânfora, espada de Santa Bárbara, quebra demanda, mamona, folhas de fumo (tabaco), cidreira, etc.;
Flores: Girassol, cravo, palmas, rosas e gérberas amarelas e vermelhas, açucena e flores do campo;
 Bebidas: Água ou batida de coco, suco de graviola, aguardente; vinho tinto seco, suco de casca de abacaxi adoçado com melado de cana, etc.;
Oferendas: Use fitas, linhas, pembas, búzios, sementes, ervas, pimentas, flores e bebidas citadas acima Banhos: Utilize as ervas citadas acima em número ímpar se quiser misturá-las (3, 5 ou 7); Saudação: É da Bahia!

(texto adaptado)

Fonte: Luz divina